• Érika Motta

Sintomas do Infarto e suas diferenças entre gêneros e idades



Vamos entender as diferenças entre os sintomas de Infarto e como ele ocorre.


O infarto é caracterizado pela formação de placas que obstruem os vasos sanguíneos. Hábitos prejudiciais à saúde como cigarro, obesidade e o diabetes agridem o revestimento dos vasos, tornando-os mais suscetíveis ao acúmulo de gordura. Quando o LDL, (conhecido como a fração ruim do colesterol) circula em excesso, ele acaba se depositando nas paredes dos vasos, constituindo uma placa.


Fatores como a hipertensão e os hormônios do estresse fazem com que as artérias se contraiam, favorecendo a ruptura dessas placas que ao se romperem, obstruem o vaso e o sangue não consegue circular para transportar oxigênio e nutrientes até os tecidos fazendo com que eles entrem em colapso. Quando o incidente ocorre no cérebro, é chamado de AVC. Se o coração for afetado, trata-se de um infarto.


As doenças cardiovasculares são responsáveis por 18 milhões de mortes no mundo e segundo dados do Ministério da Saúde, no Brasil, mais de 300 mil pessoas sofrem infarto todos os anos e 80 mil delas morrem.


Pessoas de qualquer idade e gênero podem sofrer um ataque cardíaco, mas o índice maior de casos é em pessoas com mais de 45 anos, já que com o avançar da idade o organismo muda e esse tipo de doença se torna mais comum. Os idosos estão mais suscetíveis, principalmente quando fumam, quando estão obesos, possuem pressão alta, diabetes ou colesterol alto.


Conhecer os diferentes sintomas que podem surgir, dependendo da idade e gênero e não os ignorar, é extremamente importante para aumentar as chances de sobrevivência. Por isso a SAID decidiu publicar este artigo para gerar conscientização sobre o assunto.


Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, em algumas os sintomas são mais leves e em outras mais fortes e dolorosas, podendo durar poucos minutos ou até mesmo dias. Muito se fala sobre as dores no peito, o sintoma mais comum de infarto, contudo é importante ressaltar que, em idosos, esses sintomas clássicos podem estar ausentes.


O idoso pode apresentar dor na região do estômago, náuseas e vômitos, dor no lado direito do peito, queda ou confusão mental. Em alguns casos, os sintomas levam a pensar que são crises de gastrite, refluxo, uma simples dor de cabeça ou enjoo. É muito importante saber que os sintomas do infarto em idosos podem aparecer de forma silenciosa e prolongada também.


O acompanhamento do cardiologista em conjunto com o geriatra é ideal, para que o idoso possa ser avaliado de forma integral. Através de cuidado especializado de acordo com a idade, morbidades e grau de fragilidade.


Os sintomas também se diferem por gênero. Estudos médicos apontam que no Brasil uma em cada cinco mulheres tem risco de sofrer um infarto e, de acordo com o Ministério da Saúde, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte entre as mulheres.


O que preocupa os médicos é o fato de que, diferentemente dos homens, as mulheres nem sempre percebem que estão tendo um infarto pois seus sintomas normalmente não são relacionados ao coração. As mulheres costumam se queixar de dores nas costas, cansaço, queimação no estômago e náusea.


Cuidar da saúde e da alimentação é a melhor prevenção para evitar um infarto e a SAID facilita isso ao disponibilizar profissionais especializados e cuidadores para observar o paciente 24h por dia.




28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo