• SAID RIO

Setembro Amarelo

A campanha setembro amarelo vem com a proposta de falarmos acerca da saúde mental e prevenção ao suicídio, que já se tornou um problema de saúde pública. No Brasil, em que cerca de 15% da população é formada por idosos, é fundamental levantar o debate acerca da saúde mental na terceira idade.

A última Pesquisa Nacional de Saúde feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 2019, revelou que os idosos são os mais afetados pela depressão.


É importante saber que uma pessoa que está com pensamentos suicidas, mantém estes pensamentos recorrentes e tem dificuldades de elaborar um plano ou um caminho para resolução de seus problemas.


Como lidar com uma pessoa com pensamentos suicidas?

1. Ouvi-lo atentamente

2. Demonstrar empatia

3. Não fazer julgamentos

4. Orientar a buscar atendimento médico especializada


O processo de envelhecimento demanda cuidados específicos para o bem-estar físico e emocional dos idosos. Porém podemos influenciar positivamente na prevenção de distúrbios mentais e evitar que eles cheguem.


Apresentamos seis exemplos de práticas aliadas da saúde mental na terceira idade:


1. Movimentar-se: Exercícios físicos são importantes para o fortalecimento dos músculos, apresentam benefícios para a memória, proporcionam a liberação da endorfina e ainda promovem a socialização do idoso.


2. Manter contato social: A sensação de solidão pode ser prejudicial aos idosos então manter contato com a família, amigos ou fazer atividades que permitam interagir com outras pessoas, como atividades físicas e de lazer, é uma forma de cuidado com a saúde mental na terceira idade.


3. Incluir atividades ocupacionais na rotina: Ocupar a mente também é uma forma de promoção à saúde mental. Jogos, leituras, pintura e cursos são exemplos de atividades que podem facilmente ser incluídas na rotina.


4. Adotar hábitos saudáveis: Ter de 8h a 9h de descanso, beber bastante água, alimentar-se com leguminosas, verduras e frutas são práticas que devem ser priorizadas pelos idosos.


5. Fazer exames de rotina: Exames de rotina periódicos permitem iniciar tratamentos o quanto antes para melhores resultados.


6. Atentar-se aos sinais do corpo: Caso problemas psicológicos apareçam é preciso saber como identificá-los.

  • desânimo frequente e indisposição para fazer atividades de rotina;

  • problemas de memória;

  • dificuldade para dormir;

  • isolamento;

  • ansiedade;

  • dores físicas

Um profissional de saúde especializado deve ser consultado no caso de qualquer suspeita de problemas psicológicos, para se realizar o diagnóstico e o tratamento adequado.


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
WhatsApp_Logo_1_edited.png