• Érika Motta

Orientações para prevenir tombos

Atualizado: 27 de out.

Quedas na terceira idade podem apresentar circunstâncias imediatas, como fraturas e hematomas, assim como de longo prazo como dores e mobilidade reduzida. Segundo um levantamento de 2009 feito pelo Ministério da Saúde, cerca de um terço das pessoas com mais de 65 anos sofre, pelo menos, uma queda em um período de um ano.

O Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (INTO), ligado ao Ministério da Saúde, possuiu alertas sobre o que pode causar quedas.


  • Doenças que afetam a visão e dificultam o caminhar;

  • Ambientes com pouca iluminação, pisos escorregadios;

  • Escadas sem corrimão, sinalização e piso escorregadio;

  • Cadeiras, camas e vasos sanitários muito baixos e sem apoio para sentar e levantar;

  • Banheiros sem barras de apoio;

  • Obstáculos no caminho, como móveis baixos e fios, presença de animais domésticos;

  • Bengalas ou andadores com ponteiras danificadas;

  • Dicas sobre o que fazer para prevenir quedas.


É necessário zelo e atenção para que a casa seja um lugar seguro para os idoso e cuidados simples fazem grande diferença para evitar os sérios danos que um tombo pode trazer à saúde de quem está na terceira idade. Por isso disponibilizamos aqui dicas para prevenir quedas para os cômodos da sua casa.


NA SALA

  • Preferir tapetes emborrachados e que não escorreguem;

  • Deixar espaço livre para caminhar;

  • Cuidado com tropeços em animais domésticos;

  • Retirar do caminho fios ou extensões elétricas e objetos espalhados no chão;

  • Preferência a sofás e cadeiras altas e firmes e em poltronas com braço;

  • Evitar escadas sem corrimão ou com degraus estreitos;

  • Utilizar fitas antiderrapantes nos degraus para não escorregar.


NO QUARTO

  • Ajustar a altura da cama e, se preciso;

  • Um colchão mais firme evita dificuldade ao levantar-se ou deitar;

  • Manter o quarto iluminado, principalmente à noite;

  • Utilizar calçados de salto baixo e com solado que não escorregue;

  • Evitar armários muito altos que necessitem de bancos ou escadas para alcançar objetos.


NO BANHEIRO

  • Barras de segurança nos banheiros;

  • Tapetes emborrachados e que não escorreguem;

  • Utilizar cadeira de plástico firme e resistente para o banho.


NA RUA

  • Prestar atenção ao andar em lugares que não conhece ou mal iluminados;

  • Atravessar a rua somente na faixa de pedestre e prestar atenção ao sinal;

  • Atenção com o piso das calçadas;

  • Observar o meio-fio ao subir ou descer as calçadas.


Com essas dicas esperamos pelo menos ajudar a diminuir as chances de queda e manter nossos pacientes fiquem seguros.



15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo