• SAID RIO

26 de Abril - Dia Nacional De Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial


A hipertensão arterial é uma doença metabólica caracterizada pelo aumento anormal (por longos períodos) da pressão arterial, sendo ocasionada pela má alimentação e o envelhecimento arterial, presente na terceira idade.

Podendo levar a complicações graves como paradas cardíacas e acidentes vasculares cerebrais.


No Brasil são cerca de 17 milhões de portadores de hipertensão arterial, 35% da população de 40 anos ou mais. E esse número é crescente; seu aparecimento está cada vez mais precoce e estima-se que cerca de 4% das crianças e adolescentes também sejam portadoras. A carga de doenças representada pela morbimortalidade devida à doença é muito alta e por tudo isso a Hipertensão Arterial é um problema grave de saúde pública no Brasil e no mundo.

Como ocorre?

O fluxo sanguíneo percorre normalmente os vasos sanguíneos para irrigar todas as partes do corpo. A pressão que o sangue exerce contra as paredes dos vasos sanguíneos é o que entendemos como pressão arterial, que é medida em milímetros de mercúrio pelo aparelho de verificação, o esfigmomanômetro.


Os valores considerados normais para um adulto jovem são de 85 mmHg ou menos para a pressão diastólica e 130 mmHg ou menos para a pressão sistólica. Havendo uma tolerância de 90 mmHg de pressão diastólica e 140 mmHg para a sistólica em pacientes idosos pelo enrijecimento natural das artérias nessa faixa etária.





Má alimentação, como o consumo excessivo de alimentos gordurosos ricos em sódio (sal), e processados (Industrializados), são as principais causas da hipertensão.

Entretanto, outros fatores podem desencadear o problema, como:


  • Histórico familiar: filhos de pais hipertensos têm um risco 30% maior de ter hipertensão.

  • Tabagismo

  • Consumo elevado de bebidas alcóolicas

  • Sedentarismo

  • Sono irregular

  • Diabetes


O diagnóstico e tratamento, é realizado com um médico cardiologista e inclui o uso contínuo de medicamentos, dieta e exercícios físicos.


Prevenção

Um estilo de vida saldável com alimentação regrada, prática de atividades físicas, abstenção do fumo, e álcool, são as melhores formas de prevenir essa doença.


Visite o seu médico regularmente.



Fonte: Ministério da Saúde, Caderno de Anotação Básica



14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
WhatsApp_Logo_1_edited.png